Haddad diz que meta do governo é déficit zero em 2025; Salário mínimo vai ser de R$ 1.503

190
Ministro da Fazenda Foto: José Cruz/ Agência Brasil

São Paulo – O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, confirmou que o governo deve empurrar a meta fiscal zero para 2025, e que o salário mínimo deve ser de R$ 1.503. A fala foi feita em entrevista à Globonews, horas antes da divulgação oficial do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) do ano que vem.

Para 2024, a tendência é a de que o governo trabalhe com uma projeção de déficit de 0,25% do PIB. Em 2025, a meta será zerar o déficit. Para 2026, o objetivo deve ser um superávit de 0,25%. Em 2027, superávit de 0,5% e, em 2028, de 1% do PIB.

Sobre a novela dos dividendos da Petrobras e permanência ou não do presidente Jean Paul Prates, Haddad disse que, quando se reunira com o presente Lula, na semana passada, pode contribuir com dados técnicos levantados pela Fazenda sobre a estatal para subsidiar a decisão do Executivo.

“A Fazenda entra nessa história dos dividendos para saber se pode ou não afetar o Plano de Investimentos da empresa. Na minha visão, a Petrobras tem caixa mais que suficiente para executar esse plano, avaliou.

O chefe da pasta disse, ainda, que “não adianta falar de fiscal sem falar de crescimento e que o “Brasil vem crescendo e sem inflação.”

Haddad ainda falou da relação com o Congresso: “Elogiei o Congresso durante o ano passado todo, por ter enfrentado temas espinhosos. Tanto a Câmara quando o Senado têm pautado os assuntos da Fazenda com muita ênfase.”