Governo norte-americano evita paralisação via acordo com Congresso

158

São Paulo — O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, afirmou que o governo e o congresso norte-americano chegaram a um acordo para garantir que não haja um shutdown – como é conhecido quando as instituições federais param de funcionar devido à falta de aprovação  orçamentária -enquanto democratas e republicanos discutem um novo pacote de auxílio em meio à pandemia do novo coronavírus.

Segundo Pence, o acordo garante que haja um orçamento separado para o funcionamento do governo. O modelo é chamado de resolução contínua e estabelece os gastos federais nos mesmos níveis de agora de forma temporária. A ideia é que os impasses entre os dois partidos não afetem o funcionamento das instituições federais no novo ano fiscal que deve se iniciar em setembro.

“O acordo que tivemos essa semana feito pelo secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, e nossa equipe de negociações, garante que tenhamos uma resolução contínua, um orçamento contínuo, ao final desse mês e tenhamos fundos para o governo. Isso irá nos permitir focar em um pacote de auxílio e estamos fazendo isso de boa fé”, afirmou ele durante entrevista ao canal de televisão “CNBC”.

O anúncio de Pence, no entanto, indica que o impasse sobre quanto dinheiro deve ser aplicado para impulsionar a economia deve persistir por mais algum tempo. Dias atás, analistas começaram a especular que o congresso poderia tentar incluir o novo pacote de auxílio no orçamento geral do governo como forma de barganha nas negociações. Com a ideia de fora e as conversas ainda demonstrando poucos resultados, é possível que as negociações se estendam ainda mais.

Os democratas pressionaram o governo Trump a aumentar o preço de sua oferta de estímulo para pelo menos US$ 2,2 trilhões de cerca de US$ 1,3 trilhão. A Casa Branca ainda não deu uma resposta.