Fed cria mecanismo para apoiar mercado de commercial paper

403
Prédio do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) em Washington. Foto: Divulgação/ Federal Reserve

São Paulo – O Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) estabelecerá um mecanismo de empréstimos para apoiar os mercados de dívida comercial de curto prazo em mais uma tentativa de garantir condições favoráveis de liquidez em meio aos potenciais efeitos da pandemia de coronavírus sobre a economia e sobre os mercados.

Para isso, o Fed disse criou um fundo de financiamento de commercial paper (CPFF, na sigla em inglês), depois de garantir a aprovação do Departamento do Tesouro norte-americano. A última vez que esse mecanismo foi usado foi durante a crise financeira de 2008.

O Fed não pode emprestar diretamente para famílias e empresas, mas pode invocar poderes de emergência para estabelecer facilidades de crédito que ampliam a quantidade de dinheiro para empréstimos.

Para proteger o banco central norte-americano contra a perdas de crédito em tais empréstimos, o Tesouro fornecerá US$ 10 bilhões do Fundo de Estabilização de Câmbio, avaliado em cerca de US$ 94 bilhões.

“O mercado de comercial paper está sob considerável tensão nos últimos dias, com empresas e famílias enfrentando uma maior incerteza à luz do surto de coronavírus”, diz o Fed em comunicado.