Exportação de carne de frango cai 9,9% em janeiro

159
BRF; Aves; Frangos

São Paulo – As exportações brasileiras de carne de frango in natura e processados totalizaram 291,6 mil toneladas em janeiro, uma queda de 9,9% em relação ao mesmo mês do ano anterior, de acordo com a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

Em termos de receita, os embarques atingiram US$ 434,4 milhões no período, uma redução de 17,9% na mesma base de comparação.

SUINOS

As exportações de carne suína brasileira in natura e processadas, por sua vez, totalizaram 63,1 mil toneladas em janeiro, uma queda de 7,8% em comparação com o mesmo período do ano passado.

Em termos de receita, os embarques registraram US$ 146,5 milhões no mês passado, uma redução de 10,7% na comparação com janeiro de 2020.

Segundo o presidente da ABPA, Ricardo Santin, a queda, tanto em aves, quanto em suínos, reflete a compra antecipada de produtos pelos importadores da Ásia, que seguem o calendário chinês.

“Com a passagem do Ano Novo Chinês e o início de um novo ciclo de embarques, espera-se que os níveis das vendas para a região retomem os patamares praticados em 2020. Além disso, o apoio brasileiro no suprimento de produtos a países prejudicados por crises sanitárias animais também pode influenciar na elevação das exportações”, avaliou, em nota.

A Ásia é o principal destino das exportações brasileiras de frango e suínos, com destaque para a China. No ano passado, por exemplo, o continente importou 1,635 milhão de toneladas de frango, resultado 5,8% superior ao registrado no mesmo período de 2019. Só a China importou 673,2 mil toneladas (+15%).