EUA rejeitam possibilidade de renegociar primeira fase de acordo comercial com China

135
Donald Trump EUA China Liu He
O vice-premiê da China, Liu He, e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Foto: Divulgação/ Casa Branca

São Paulo – O governo norte-americano negou qualquer possibilidade de rever o acordo comercial de primeira fase, firmado em 15 de janeiro, com a China e que estabelece que Pequim compre bilhões de dólares em produtos dos Estados Unidos, além de garantir proteção à propriedade intelectual.

“Ouvi sobre essa história e posso dizer que não estou interessado em reabrir negociações comerciais com a China, que obteve vantagens sobre os Estados Unidos no comércio durante anos”, disse o presidente norte-americano, Donald Trump, em declarações na Casa Branca.

Assessores próximos às negociações sugeriram que as autoridades chinesas avaliem a possibilidade de invalidar o pacto comercial de primeira fase e negociem um novo acordo para inclinar a balança mais para o lado chinês, informou o Global Times hoje, citando as fontes.

O Global Times é publicado pelo People’s Daily, o jornal oficial do Partido Comunista da China. Embora o Global Times não seja um porta-voz oficial do partido, acredita-se que suas opiniões reflitam as de seus líderes.

Nos últimos meses, Trump culpou a China pela pandemia do novo coronavírus, inicialmente detectado na cidade de Wuhan. O governo norte-americano também  afirmou que havia evidências de que o novo coronavírus veio de um laboratório de Wuhan. A China rejeita a acusação.