EUA anunciam envio de 3 milhões de doses de vacina da Janssen ao Brasil

Foto: União Europeia (UE)

São Paulo – Os Estados Unidos anunciaram o envio de 3 milhões de doses da vacina contra o novo coronavírus desenvolvida pela Janssen, da Johnson & Johnson (J&J), ao Brasil na tarde de hoje, na maior doação norte-americana já realizada a um único país.

“Continuamos nosso trabalho para levar mais vacinas para o mundo e acabar com o vírus em todos os lugares com 3 milhões de doses para o Brasil”, de acordo com porta-voz assistente da Casa Branca, Kevin Munoz, em mensagem publicada no Twitter.

“Estamos compartilhando essas doses para não garantir favores ou extrair concessões. Nossas vacinas não vêm com amarras. Estamos fazendo isso com o objetivo único de salvar vidas”, acrescentou ele, em uma publicação separada na rede social.

“Isso é significativo. A doação ao Brasil reflete o foco do governo no Hemisfério Ocidental como uma das regiões mais afetadas pela pandemia. Estamos orgulhosos de poder fornecer essas vacinas seguras e eficazes para o povo do Brasil”, disse Juan Gonzales, assistente especial do presidente norte-americano, Joe Biden, e diretor sênior do Comitê de Segurança Nacional para o Hemisfério Ocidental, no Twitter.

O Brasil é o segundo país do mundo com o maior número de mortes pelo novo coronavírus, com 507 mil óbitos, atrás apenas dos Estados Unidos, que reportou um total de 602 mil falecidos, segundo dados compilados pela Universidade Johns Hopkins.

No início desta semana, o governo dos Estados Unidos havia anunciado a distribuição de 14 milhões de doses de vacinas contra o coronavírus a países da América Latina e Caribe, incluindo o Brasil, como parte dos imunizantes enviados à Covax, iniciativa global coordenada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso emergencial da vacina contra covid-19 da Janssen, de dose única, em março deste ano, na quarta vacina autorizada para uso no Brasil, depois da Pfizer-BioNTech, AstraZeneca e a Coronavac, da Sinovac.

O primeiro lote de 1,5 milhão de doses da vacina da Janssen compradas pelo governo federal chegou ao Brasil anteontem, no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, e foi recebido pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Ao todo, o governo encomendou 38 milhões de doses da vacina da Janssen.