Acordo com Boeing deve ser concluído em 2020, diz Embraer

157

Por Allan Ravagnani

Divulgação: Embraer jato E195-E2

São Paulo – A Embraer adiou para o início de 2020 a previsão de conclusão do acordo entre a empresa a Boeing, segundo o qual a companhia americana ficará com 80% da área de aviação comercial da estatal. Antes, a previsão era de que o acordo fosse concluído até o fim do ano.

A Embraer disse também que irá implementar uma segregação interna do negócio de aviação comercial da companhia a partir do final deste exercício social.

As partes já obtiveram as autorizações aplicáveis das autoridades concorrenciais em algumas jurisdições e a consumação da operação continua sujeita à aprovação por autoridades concorrenciais em outras jurisdições aplicáveis e à satisfação de outras condições usuais em operações desta natureza.

Até que tais aprovações sejam obtidas e as demais condições sejam satisfeitas, não há garantias quanto à consumação da operação ou ao prazo para sua conclusão.