Demanda por voos domésticos no Brasil sobe em 2019

280
Foto divulgação: Azul Linhas Aéreas

São Paulo – A demanda doméstica por voos aumentou 1,2% em dezembro na comparação com o mesmo mês do ano anterior, para 9,158 milhões de passageiros por quilômetros transportados (RPK) – número de passageiros pagantes multiplicados pela distância de cada voo. A informação é da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

A oferta, por sua vez, registrou alta de 1,9% no mês passado e somou 10,933 milhões de assentos-quilômetro oferecidos (ASK) – número de poltronas disponíveis multiplicado pela distância de cada voo – na mesma base de comparação. No período, a taxa de ocupação caiu 0,7 pontos porcentuais (pp) para 83,8%.

Em 2019, a demanda doméstica 96,670 milhões de passageiros transportes, 0,8% maior que o visto em 2018. Por outro lado, a oferta de voos teve declínio de 1,0% no ano, para 116,842 milhões de assentos oferecidos. A taxa de ocupação foi de 82,7% no período, alta de 1,7 pp.

No mercado internacional, a demanda caiu 11,3% em dezembro e somou 3,655 milhões de passageiros na comparação anual, enquanto a oferta retraiu 2,2% e somou 4,346 milhões de assentos disponíveis. No período, a taxa de ocupação subiu 1,0 pp para 84,1%.

No ano passado, a demanda de passageiros somou 43,164 milhões e ficou estável em relação a 2018. A oferta de voos, por sua vez, caiu 2,2% no período, para 51,171 milhões de assentos, na mesma base de comparação. A taxa de ocupação subiu 2,2 pp em 2019, para 84,4%.

Em relação aos passageiros, o mercado doméstico transportou 8,9 milhões em dezembro, alta de 3,6%. Já o mercado internacional transportou 757,8 mil passageiros no período, queda de 13,4%. Em 2019, o número de passageiros transportados no mercado doméstico foi de 95,281 milhões, alta de 1,7%. No mercado internacional, o número transportado caiu 2,6% e somou 9,116 milhões.

Em dezembro, a participação das companhias aéreas no mercado doméstico tinha como líder a Gol, com 38,6%, seguida pela Latam com 37,7% e a Azul, com 23,3%. No âmbito internacional, a Latam registrava participação de 65,5%, a Azul tinha 22,5% e a Gol de 12,0%.

Em 2019, a participação das companhias aéreas no mercado doméstico tinha como líder a Gol, com 37,7%, seguida pela Latam com 34,7% e a Azul, com 23,6%. No âmbito internacional, a Latam registrava participação de 69,3%, a Azul tinha 16,6% e a Gol a fatia de 12,6%.