Déficit primário do governo central soma R$ 96,096bi em agosto

149

Brasília, 29 de setembro de 2020 -O Governo Central – que reúne o Tesouro Nacional, a Previdência Social e o Banco Central – teve déficit primário de R$ 96,096 bilhões em agosto, resultado superior ao observado em agosto de 2019, quando foi deficitário em R$ 16,821 bilhões. O Tesouro Nacional respondeu por R$ 85,837 bilhões do déficit primário observado em agosto, enquanto a Previdência registrou um déficit de R$ 10,194 bilhões. O resultado do Banco Central no período foi deficitário em R$ 65 milhões.


No acumulado de 2020, o resultado primário do governo central até agosto foi negativo em R$ 601,283 bilhões, ante um déficit de R$ 52,066 bilhões no mesmo intervalo do ano passado. No período, o Tesouro apresentou déficit de R$ 375,355 bilhões, o Banco Central um déficit de R$ 415 milhões e a Previdência um saldo negativo de R$ 225,513 bilhões.
Em 12 meses, o resultado primário do governo central foi de déficit de R$ 647,8 bilhões , O número equivale a 8,96% do Produto Interno Bruto (PIB).

Neste ano o governo foi dispensado de cumprir a meta de resultado primário, que era de R$ 124,1 bilhões, por causa da pandemia do novo coronavírus. A atual projeção de déficit primário para o Governo Central é de R$ 871,0 bilhões em 2020, próximo a 12,1% do PIB