Decisão sobre depoimento de Bolsonaro irá ao pleno do STF

223
O ministro do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio. (Foto: Nelson Jr./STF)

São Paulo – O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu submeter ao plenário a decisão sobre o depoimento do presidente Jair Bolsonaro no caso em que ele é investigado por tentativa de interferência na Polícia Federal em benefício próprio.

Na semana passada, o relator do inquérito, ministro Celso de Mello, determinou que o presidente deveria prestar depoimento pessoalmente e permitiu que a defesa do ex-ministro Sergio Moro também questionasse Bolsonaro. Moro foi quem trouxe à tona a tentativa de interferência do presidente na Polícia Federal.

Ontem, porém, Marco Aurélio suspendeu a tramitação do inquérito até que a questão seja submetida ao pleno do STF, dada a proximidade das datas postas à disposição do presidente para o cumprimento do ato processual por Celso de Mello – próxima segunda (21), terça (22) ou quarta-feira (23).