Crescimento da indústria na China tem menor nível em 15 meses

Foto: Anamul Rezwan / Pexels

São Paulo – O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade industrial da China caiu para 50,3 pontos em julho, após registrar 51,3 pontos em junho, de acordo com dados divulgados pelo instituto IHS Markit em parceria com o grupo de mídia Caixin.

Leituras acima de 50 pontos sugerem expansão da atividade, enquanto valores menores apontam contração. O PMI de julho marcou o menor crescimento em 15 meses, com uma queda renovada no total de novos negócios, de acordo com a pesquisa.

Algumas empresas observaram que os preços de fábrica mais altos atenuaram a demanda do cliente. Ao mesmo tempo, novos pedidos de exportação aumentaram apenas ligeiramente porque a pandemia continuou a prejudicar as vendas no exterior. Já o mercado de trabalho ficou estável.

“A oferta no setor industrial continuou em expansão, enquanto a demanda contratado pela primeira vez em mais de um ano. Demanda externa permaneceu estável”, disse o economista sênior do Caixin Insigh Group, Wang Zhe. Segundo ele, as empresas disseram que a demanda do mercado estava fraca.