Crédito e serviços devem puxar resultado do Itaú Unibanco

Fachada de agência do Itaú. (Foto: Thomas Hobbs/Flickr)

São Paulo – O resultado do Itaú Unibanco no quarto trimestre de 2019 será pautado por crédito e receita de serviços, que devem melhorar em dois segmentos, gestão de recursos e receita de banco de investimentos, que assessorou diversas transações no mercado de capitais, incluindo o oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da XP nos Estados Unidos.

A XP Investimentos, por sua vez, afirma que o banco deve reportar uma inadimplência consolidada maior, principalmente devido a operação chilena, uma vez que o país passa por uma situação delicada que envolve protestos e baixa recuperação econômica.

Por outro lado, o UBS diz que o crescimento da linha de empréstimo deve acelerar, atingindo 2,3% no trimestre e 10,7% no comparativo anual, com o varejo devendo continuar liderando a expansão da oferta.

Veja abaixo a média da projeção coletada pela Agência CMA. A variação foi calculada com base no quarto trimestre de 2018.

LUCRO LIQUIDO RECORRENTE: R$ 7,277 bilhões, alta de 17%

Nesta prévia foram utilizadas projeções do UBS, XP Investimentos, BTG Pactual e Necton. Os resultados do Itaú Unibanco serão informados hoje, depois das negociações na B3.