Confiança de serviços volta a subir em maio

São Paulo – O Índice de Confiança do setor de Serviços (ICS) subiu 6,4 pontos em maio em relação a abril, a 88,1 pontos, avançando pelo segundo mês seguido, conforme dados divulgados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Com o resultado, o indicador fica um pouco menos distante do nível pré-pandemia, 94,4 pontos, registrado em fevereiro do ano passado.

A abertura do dado mensal mostra que houve alta da confiança do setor em 12 das 13 atividades pesquisadas e foi determinada pela melhora da avaliação no índice de expectativas para os próximos meses.

“A confiança do setor de serviços melhora pelo segundo mês consecutivo recuperando não apenas as perdas de 2021, mas retornando ao maior patamar desde o início da pandemia”, afirma Rodolpho Tobler, economista do FGV IBRE.

Em base mensal, o Índice de Situação Atual (ISA) avançou 9,2 pontos, a 84,0 pontos, maior nível desde março de 2020. Já o Índice de Expectativas (IE) teve alta de 3,7 pontos, a 92,4 pontos, maior patamar desde outubro do ano passado.

Segundo Tobler, a expectativa é que a expansão do programa de vacinação contribua para a continuidade da recuperação no setor, duramente afetado durante todo o período da pandemia.

A edição deste mês coletou informações de 1.521 empresas entre os dias 3 e 27. A próxima divulgação da sondagem de serviços será em 29 de junho.