Confiança do comércio recupera-se em maio

O índice de confiança do comércio (Icom) recuperou-se totalmente da forte queda registrada em março (-18,5 pontos), avançando 9,8 pontos maio na comparação com o mês anterior depois de ter subido 11,6 pontos em abril, indo agora a 93,9 pontos, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV). Com isso, o Icom encontra-se no nível mais elevado desde outubro de 2020.

No período, houve alta da confiança em todos os seis principais segmentos do setor. A abertura do dado também mostra que o resultado reflete a melhora da avaliação em relação tanto ao cenário presente quanto ao futuro. Em base mensal, o Índice de Situação Atual (ISA-COM) avançou 13,3 pontos, a 94,9 pontos, enquanto o Índice de Expectativas (IE-COM) teve alta de 5,9 pontos, a 93,2 pontos.

O coordenador da pesquisa na FGV, Rodolpho Tobler, observa que o impacto das medidas restritivas na virada do primeiro para o segundo trimestre parece ter ficado para trás.

“A continuidade desse cenário ainda depende de uma melhora mais expressiva da confiança dos consumidores, continuidade do plano de vacinação e consequentemente melhora da pandemia”, avalia ele.

A edição deste mês coletou informações de 800 empresas entre os dias 1 e 25 de maio. A próxima divulgação da sondagem do comércio será em 29 de junho.