Concessões de crédito somaram R$ 2,9 trilhões durante a pandemia, diz Febraban

205
Foto: Mauro Sakamoto / freeimages.com

São Paulo – A Febraban informou que as concessões de crédito somaram R$ 2,9 trilhões entre 1 de março e 20 de novembro, incluindo contratações, renovações e suspensão de parcelas.

Para chegar a esse valor, a entidade acrescenta os dados consolidados por seus associados até o dia 20 de novembro, que somam R$ 160 bilhões em operações no segmento livre de crédito para pessoa jurídica (PJ) e, ao segmento pessoa física (PF), com imobiliário, mas sem operações de crédito rotativo, ao montante de R$ 2,7 trilhões divulgado pelo Banco Central (BC) para os meses de março a outubro, que consideram o total das operações de crédito, que apontaram um avanço de 4,4% nas concessões em relação ao mesmo
período de 2019.

Entre 16 de março a 20 de novembro, o setor já renegociou 16,1 milhões de contratos com operações em dia, que têm um saldo devedor total de R$ 937 bilhões. A soma das parcelas suspensas dessas operações repactuadas totaliza R$ 134,5 bilhões, aponta o balanço. As empresas e consumidores passaram a ter uma carência entre 60 a 180 dias para pagar suas prestações.