Casos semanais de covid-19 voltam a menos de 200 mil no Brasil

105
Lazer no Parque do Ibirapuera após a flexibilização do isolamento social durante a pandemia de covid-19. (Foto Rovena Rosa/Agência Brasil)

São Paulo – Os novos casos semanais de covid-19 – a doença provocada pelo novo coronavírus – no Brasil voltaram a cair e a ficar abaixo de 200 mil, com apenas sete estados apresentando aumento no número de pessoas recém-contaminadas, segundo informações divulgadas pelo Ministério da Saúde.

Na semana terminada em 26 de setembro, houve 189.751 novos casos de covid-19 – o menor nível desde a semana terminada em 13 de junho e 10,7% menor que o observado na semana anterior, quando as pessoas infectadas pela doença somaram 212.553.

Houve aumento no número de infecções em apenas sete estados – Pará (1,1%), Minas Gerais (2,9%), Piauí (3,6%), Amapá (6,1%), Alagoas (13,1%), Sergipe (13,7%) e Espírito Santo (14,3%). Todos eles tinham curvas descendente de casos nas últimas semanas – com exceção de Minas Gerais e Espírito Santo, que estavam começando a apresentar queda nos novos casos semanais.

Os cinco estados com queda mais intensa nos casos recém-reportados de covid-19 foram Rio Grande do Sul (-38,6%), Distrito Federal (-26,0%), Ceará (-23,9%), Rio Grande do Norte (-19,9%) e Rio de Janeiro (-19,8%). Destes, Ceará, Distrito Federal e Rio Grande do Norte apresentam curva claramente descendente de casos nas últimas semanas.

Em São Paulo, estado com maior número de pessoas infectadas pela doença, o número de novos casos na última semana caiu 4,3%, a 39.215. O estado está com um ritmo de surgimento de casos semelhante ao observado em meados de junho, depois de ter atingido um pico de quase 76 mil casos semanais em agosto.

Até ontem, o Brasil registrava 4,7 milhões de pessoas contaminadas pela covid-19. Deste total, 530,5 mil estariam efetivamente doentes, e o restante curadas, segundo o Ministério da Saúde. As mortes provocadas pela doença chegaram a 141.741.