Carga no sistema fica praticamente estável, com crescimento de 0,1% em fevereiro, base anual, diz ONS

793
Hidrelétrica Risoleta Neves, Minas Gerais. Crédito: Agência Vale.
Hidrelétrica Risoleta Neves, Minas Gerais. Crédito: Agência Vale.

São Paulo – As estimativas do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) para a carga indicam crescimento no Sistema Interligado Nacional (SIN) e em dois subsistemas, com expansão na carga projetada em 0,1% em comparação ao mesmo período de 2022, para 74.410 MW médios, que consideram que na semana de 11 a 17 de fevereiro as temperaturas devem se manter elevadas em todas as regiões, assim como registrado na última semana.

O mesmo comportamento é a perspectiva para o Norte, com elevação de 9,4% (6.434 MW med), e para o Sul, com 3,3% (14.204 MW med). O Sudeste/Centro-Oeste e o Nordeste apresentam projeção oposta, com indicação de redução na carga em 2,0% (42.024 MW med) e 0,7% (11.748 MW med), respectivamente. Todos os dados apresentados comparam o percentual estimado para o final de fevereiro de 2023 ante o mesmo período do ano passado.

O boletim do Programa Mensal de Operação (PMO) do ONS referente ao período de 11 a 17 de fevereiro, indica que a projeção de Energia Natural Afluente (ENA) no subsistema Sudeste/Centro-Oeste para o final de fevereiro está, pela segunda semana consecutiva, superior a 100% da Média de Longo Termo (MLT): 106% da MLT. Na região, estão localizados cerca de 70% dos reservatórios do SIN. A ENA do SE/CO encerrou janeiro de 2023 em 118% da MLT.

As estimativas para os demais submercados também é positiva. O Norte deve encerrar o mês corrente com ENA de 114% da MLT, o Nordeste e o Sul têm perspectiva de 97% e 90% da MLT, respectivamente. Os dados indicam um regime de chuvas compatível com o período úmido.

As boas afluências contribuem para que as perspectivas de Energia Armazenada (EAR) para 28 de fevereiro sigam acima de 70% em todas as regiões. O Sudeste/Centro-Oeste tem estimativa de EAR em 74,6% ao final do mês. Se este patamar se confirmar, será o maior percentual para fevereiro desde 2012 (80,1%). Para o Norte, a projeção de EAR é de 98,7%, ao passo que os subsistemas Nordeste e Sul devem atingir, em 28 de fevereiro, 82,2% e 88,4%, respectivamente.

O Custo Marginal de Operação (CMO) tem valor zerado pela oitava semana consecutiva e segue equalizado em todo o País.