Bolsonaro contesta resultado de pesquisas de intenção de votos para presidente

154
O presidente Jair Bolsonaro participa de evento do partido Aliança pelo Brasil. (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Brasília – Na terceira etapa da viagem ao Rio Grande do Sul, o presidente Jair Bolsonaro contestou as pesquisas de intenção de votos publicadas nos últimos dias. “Quem acreditar em pesquisa acredita em Papai Noel também. Nenhuma pesquisa acertou em 2018 e não vai acertar agora também”, afirmou Bolsonaro, que se filiou ao PL para disputar a reeleição em outubro.
As pesquisas de intenção de votos mostram, neste momento, uma vantagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobre Bolsonaro. “É um colírio para nossos olhos essas cores verde e amarelo na nossa frente”, afirmou Bolsonaro.
O presidente visitou, na tarde desta sexta-feira, as obras de modernização do Aeroporto de Passo Fundo. Com investimento de R$ 45 milhões, o aeroporto terá novo terminal de passageiros, pista de pouso e pátio de aeronaves, visando dar mais segurança operacional e ampliar a capacidade de processamento de passageiros.
Bolsonaro abriu o discurso dizendo que Passo Fundo é “terra de gaúcho forte”. Agradeceu a presença da população no evento e afirmou que “com Deus e o povo” está transformando o país. “O povo é que dá o norte para nós. Cada vez mais, ao longo de pouco mais de três, vamos mostrando como podemos ser uma grande nação”, completou.
Em Bagé, Bolsonaro criticou o PT, partido que administrou a cidade entre 2001 e 2016. “Esse partido com essa cor, tudo que ele mete a mão realmente vai para o fundo do buraco”, afirmou o presidente durante visita às obras da Unidade de Radioterapia da Santa Casa de Caridade.
Bolsonaro falava sobre a escassez de água no município. Conforme o presidente, o prefeito de Bagé, Divaldo Pereira Lara (PTB), lhe contou que as obras da barragem para fornecimento de água estavam paralisadas há cerca de dez anos.
“Confesso que, no primeiro momento, eu fiquei um tanto quanto desconfiado até. Eu não achava que faltava água aqui.
Ele explicou para mim que tinha uma barragem com pouco mais de dez anos que estava aguardando a sua conclusão. Obviamente vocês sabem quem administrava o município no passado”, disse Bolsonaro.
Na inauguração de obras rodoviárias, em Pelotas (RS), o presidente voltou a dizer que não há corrupção no seu governo. “Estamos há três anos e três meses, por mais que queiram forçar a barra, sem casos de corrupção”, afirmou.
No evento, Bolsonaro homenageou o pracinha João Pereira da Silva, que lutou na Segunda Guerra Mundial contra “o fascismo e o nazismo”. “Agora duas ou três pessoas querem roubar a nossa liberdade. Não conseguirão”, disse o presidente, acrescentando que, na cadeira de presidente da República, “não tem nenhum comunista sentado nela”.
Bolsonaro participou da inauguração da duplicação do contorno rodoviário de Pelotas, no qual foram investidos R$ 673 milhões. O complexo viário tem nova pista de rolamento, 11 viadutos, três pontes e ruas laterais, na BR-116/392/RS.