Biden critica Wall Street e defende projetos para classe média

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, no Salão Oval da Casa Branca / Foto: Casa Branca

São Paulo – O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, criticou a visão de alguns parlamentares e economistas sobre uma possível reação negativa do mercado financeiro em relação ao pacote para renovação de infraestrutura proposto por ele de US$ 2,3 trilhões.

“O negócio é o seguinte: Wall Street não construiu este país – a grande classe média norte-americana o fez. É hora de reconstruir a classe média e trazer todos juntos, independentemente de raça, sexo, religião, etnia, orientação sexual ou deficiência”, escreveu ele na página do Twitter reservada ao presidente norte-americano.

Desde que foi anunciado, o pacote vem atraindo críticas do partido republicano e democratas. Enquanto de um lado os legisladores acreditam que o pacote seja caro demais, do outro os representantes insistem que ele não é progressista o suficiente.

Os republicanos utilizam a reposta negativa das bolsas ao anúncio de um aumento nos impostos corporativos como argumento contra a proposta. Biden, no entanto, reafirma que a medida é necessária para renovar o sistema de energia, transporte e construção do país, além de estimular a criação de empregos na classe média e baixa do país.