BCE está pronto para adotar medidas apropriadas caso necessário, diz Lagarde

264
A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde. Foto: Divulgação/ BCE

São Paulo – O Banco Central Europeu (BCE) está pronto para agir caso o surto do novo coronavírus prejudique a economia da eurozona ou o compromisso com a estabilidade de preços, disse a presidente da autoridade monetária, Christine Lagarde, em um curto comunicado publicado na página da instituição.

Na nota, Lagarde reconhece o potencial negativo que a epidemia tem sobre a economia, a inflação e para os mercados financeiros.

“O surto do novo coronavírus é uma situação de rápido desenvolvimento, que cria riscos para as perspectivas econômicas e o funcionamento dos mercados financeiros. O BCE está monitorando de perto os desenvolvimentos e suas implicações para a economia, a inflação de médio prazo e a transmissão de nossa política monetária. Estamos prontos para tomar as medidas apropriadas e direcionadas, conforme necessário e proporcionais aos riscos subjacentes”, afirmou.

Em janeiro, o BCE manteve a taxa básica de juros em zero, a taxa de depósitos em -0,5% ao ano e a taxa da linha mantida com bancos comerciais para concessão de liquidez de curto prazo em 0,25% ao ano. A próxima reunião de política monetária do BCE acontece no dia 12.