BC da Coreia do Sul corta taxa de juros a mínima histórica de 0,5% ao ano

387
Foto: Nações Unidas

São Paulo – O banco central da Coreia do Sul cortou a taxa básica de juros do país em 0,25 ponto percentual (pp), para 0,50%, seu menor nível histórico e depois do corte de 0,50 pp em março, visando à estimular a economia do país em meio à pandemia do novo coronavírus.

“A economia global encolheu significativamente devido a restrições à atividade econômica causadas pela pandemia de covid-19”, diz o banco. “O crescimento econômico na Coreia do Sul desacelerou consideravelmente. O consumo continua em dificuldades e as exportações caíram significativamente”.

A previsão é de que o Produto Interno Bruto (PIB) sul-coreano fique perto de zero este ano, após previsão de alta de 2,1% em fevereiro. No primeiro-trimestre de 2020, a economia do país encolheu 1,4% em comparação com os três meses anteriores.

Já a taxa de inflação da Coreia do sul deve ficar próxima de zero em 2020, refletindo a queda nos preços de produtos do petróleo e serviços públicos, bem como menor crescimento nos preços de agricultura e pesca, de acordo com o BC sul-coreano.

“O Conselho vai continuar a conduzir política monetária para apoiar a economia e estabilizar a inflação de preços ao consumidor na meta no médio prazo, enquanto presta atenção à estabilidade financeira”, diz o banco. “O Conselho vai manter sua posição acomodatícia” uma vez que a economia deve continuar fraca e os preços sob pressão durante a pandemia.