Ação da BRF sobe após anuncio de joint venture com fundo da Arábia Saudita

Foto: BRF

São Paulo – A ação da BRF continua em alta após após a companhia anunciar a celebração de um memorando de entendimentos com o Public Investment Fund (PIF), fundo de investimentos soberano da Arábia Saudita para produzir e vender frangos na Arábia Saudita. Por volta das 15h22 (horário de Brasília), o papel subia 2,22%, a R$ 24,37, depois de passar de 3% e ficar entre as maiores altas do pregão desta quinta-feira, em dia de volatilidade do Ibovespa, que avançava 0,15%.

A BRF informou que o acordo com o PIF, um dos maiores fundos soberanos do mundo, contempla investimentos de, aproximadamente, US$ 350 milhões, para a criação de uma joint venture que atuará na cadeia completa de produção de frangos na Arábia Saudita e promoverá a venda de produtos frescos, congelados e processados, em comunicado divulgado nesta quinta-feira.

A joint venture será detida 70% pela BRF e 30% pelo PIF e inclui um Núcleo de Negócios Halal na Arábia Saudita. “O anúncio reforça o compromisso da companhia com seu plano estratégico e com a Visão 2030 da Arábia Saudita, em particular com a segurança alimentar na região do Golfo”, disse a empresa.

Para Sérgio Berruezo, analista de Research da Ativa Investimentos, apesar de o memorando ainda não ser juridicamente vinculante, a notícia é positiva para a BRF, uma vez que aprofunda seus laços com um país muito importante no segmento Halal, contemplado pela BRF como um dos grandes potenciais de crecimento para a empresa. “A Arábia Saudita já vem há algum tempo enfatizando que não gostaria de ter uma dependência acentuada das importações de frango de outros países. Por meio dessa parceria com o governo saudita, a BRF assegura sua posição no mercado do país”, comentou.