Ação da Americanas passa ser listada na B3 como “Recuperação Judicial”

799

São Paulo – A B3 informou que a ação da Americanas (AMER3) segue negociada na Bolsa, mas passa ser listada na B3 como “Recuperação Judicial”. No pregão desta quinta-feira em que a companhia anunciou a RJ, a ação fechou em queda de em queda de 42,53%, a R$ 1 a ação. Desde quinta-feira, o papel perdeu 91,6% do seu valor. Nesta sexta-feira, às 12h48 (horário de Brasília), o papel caía 14%, a R$ 0,86.

Diante do pedido de recuperação judicial solicitado e deferido nesta quinta-feira (19/1) pela Americanas, a B3 informa que excluirá as ações da empresa, negociadas sob o ticker AMER3, de todos os seus índices. Essa decisão está prevista no Manual de Definições e Procedimentos dos Indices da B3, na página 8, sob o título Companhias em situação especial, informou a empresa.

Após o encerramento do pregão de hoje, a ação será retirada da carteira dos seguintes índices: IBOV, IGCX, ICO2, ICON, IBXX, IGCT, IGNM, IBRA, IVBX, ISEE (ISE B3), ITAG, SMLL, IBXL e GPTW.

Adicionalmente, a ação passará a ter suas informações publicadas num segmento especial denominado Recuperação Judicial no Boletim Diário de Informações.

Nova composição do Ibovespa

Com a exclusão das ações da Americanas dos índices, a nova composição do Ibovespa B3 passa a ter 89 ações de 85 empresas.

Exclusão do ISE B3

Com o objetivo de trazer transparência ao fluxo de monitoramento de crise do ISE B3 (Indice de Sustentabilidade Empresarial), a B3 iniciou em 12/1 o Plano de Resposta a Eventos relacionado ao ISE B3, disponível em seu site. Os procedimentos estabelecidos no plano foram realizados e a B3 deliberou pela exclusão da empresa da carteira do ISE B3.

O prazo de exclusão de uma empresa da carteira, previsto pela metodologia do ISE B3 nesses casos, é de, no mínimo, três pregões após a comunicação ao mercado. No entanto, devido ao pedido de recuperação judicial, a Americanas será excluída a partir de amanhã, conforme o Manual de Definições e Procedimentos dos Indices da B3.