RADAR DO DIA: Semana começa com positivismo generalizado

231
Foto: Wagner Magni / freeimages.com

São Paulo – A semana começa com um positivismo generalizado nas bolsas ao redor do globo, repercutindo um apetite ao risco dos investidores, além da divulgação de indicadores na zona do euro, mesmo em meio ao medo de uma segunda onda do coronavírus em alguns países e o receio geopolítico envolvendo as duas maiores potenciais do mundo. Internamente, o destaque é a fala do ministro da economia, Paulo Guedes.

Nos Estados Unidos, o presidente Donald Trump voltou a criticar à China após o parlamento chinês aprovar nova lei destinada a anular ameaças à segurança nacional em Hong Kong, alimentando assim o conflito geopolítico.

Os casos diários do coronavírus nos Estados Unidos continuam aumentando. O país alcançou 2,9 milhões de casos confirmados da doença, sendo que 132 mil morreram. O número de casos na Flórida tem acentuado o medo do coronavírus se espalhar pelo Sul do país.  

Além disso, as consequências econômicas da pandemia do novo coronavírus lançaram dúvidas sobre se a China pode atingir suas metas de compra de produtos norte-americanos no acordo comercial deste ano – com a energia emergindo como a maior vítima.

Na Europa, as vendas no varejo dos países que compõem a zona do euro subiram 17,8% em maio na comparação com o mês anterior, já descontados os fatores sazonais. Já a conta corrente da região registrou superávit de 59,9 bilhões de euros no primeiro trimestre deste ano, em bases ajustadas sazonalmente, após saldo positivo de 78,6 bilhões de euros no quarto trimestre de 2019.

Na cena local, a aprovação pelo Senado do projeto de lei (PL) das fake news que pode atingir aliados e defensores do presidente Jair Bolsonaro continua no radar. O projeto aprovado gerou reação imediata do presidente que falou que não deve vingar, enquanto deputados afirmaram que o texto aprovado promove a censura.

Os desdobramentos relacionados a prisão de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro pode mexer nos negócios. A principal dúvida neste caso é o fato de Queiroz ter sido encontrado num imóvel de Frederick Wassef, advogado próximo da família Bolsonaro que chegou a dizer em entrevistas à imprensa não saber onde estava o ex-assessor.

Na economia, o destaque é a fala do ministro Paulo Guedes de que a proposta de reforma tributária a ser apresentada pelo governo deve prever medidas para diminuir a cobrança de impostos sobre as empresas e incorporar cobranças com base mais amplas, como a de imposto de renda sobre os dividendos recebidos.

Guedes afirmou ainda que o governo deve anunciar quatro grandes privatizações ao longo dos próximos três meses. O ministro não disse quais seriam, mas acrescentou que gostaria de privatizar “todas” as estatais.

Os economistas ouvidos pelo Banco Central (BC) seguem com a previsão de queda do Produto Interno Bruto (PIB) do país neste ano, e preveem uma ligeira melhora na expectativa de crescimento da economia brasileira ao fim deste ano, que passou de 6,54% para 6,50%.

Em relação à pandemia causada pelo novo coronavírus, o número de mortes no mundo está em mais de 533 mil pessoas, de acordo com a contagem da universidade norte-americana Johns Hopkins, enquanto o número de casos no mundo já ultrapassou 11,4 milhões de infectados. O Brasil possui 1,6 milhão de casos confirmados, enquanto 64,9 mil pessoas morreram por causa da doença.

CORPORATIVO

O conselho de administração da Lojas Americanas aprovou a realização de oferta pública primária de 80 milhões de ações ordinárias e 100 milhões ações preferenciais, com a possibilidade de oferta adicional de até 35%, ou seja, 28 milhões de ações ordinárias e 35 milhões de ações preferenciais.

A B2W Digital e a Lojas Americanas estudam a possibilidade de realizar um aumento de capital por subscrição privada no valor de R$ 3 bilhões, sem prejuízo do exercício do direito de preferência pelos demais acionistas da companhia.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) recebeu o envio de 61 termos de adesão à Conta-Covid, sendo de 50 distribuidoras e 11 permissionárias, totalizando R$ 14,8 bilhões em ajuda as concessionárias, o que representa 92% do limite total de R$ 16,2 bilhões.

O conselho de administração da Lojas Americanas aprovou a subscrição 2.711.441 ações preferenciais, todas integralizadas por capitalização de reservas, referente ao exercício das opções de compra concedidas nos termos do plano aprovado em abril de 2012.

A Telefônica Brasil celebrou um aditivo com a Telxius Torres Brasil, que possui o mesmo controlador, referente ao contrato de locação de imóvel não residencial, com vigência até março de 2030.

A Petrobras iniciou à fase vinculante referente para a venda de sua participação remanescente de 10% na Nova Transportadora do Sudeste (NTS). Nesta etapa, os potenciais compradores receberão carta-convite com instruções detalhadas sobre o processo de desinvestimento.

A assembleia geral de debenturistas convocada pela CVC Viagens para o último 3 de julho foi cancelada pelos próprios participantes para a empresa apresente as demonstrações financeiras. A empresa havia pedido a não apresentação dos resultados, mas a solicitação não foi aceita.

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) assinou contrato com o município de Diadema para a prestação de serviços de tratamento e destinação final de resíduos sólidos e arrecadação de taxa do lixo pelo prazo de 40 anos.

Entre 26 de junho a 2 de julho, o tráfego total de veículos nas rodovias da CCR registrou queda de 11,9%, sendo que os veículos de passeio tiveram queda de 28,9% e o comercial alta de 1,7%. Sem a ViaSul, o tráfego caiu 16,1% no período, sendo que os leves caíram 32% e o comercial 3,6%.