RADAR DO DIA: Nova estatal de energia e follow-on da Totvs

São Paulo – A semana começa com as bolsas da Europa e os futuros dos índices de ações dos Estados Unidos trabalhando no terreno positivo com investidores de olho nos dados da inflação nos Estados Unidos.

Eles devem utilizar esses números para avaliar as expectativas sobre o aumento da retirada do estímulo e do aumento das taxas de juros.

Outro destaque do dia vai para os setores de Petróleo, Bancos e Utilidade pública em que investidores estão aproveitando algumas barganhas e apostando que os mercados europeus ficaram para trás em relação ao mercado americano.

No Brasil, o comportamento do presidente Jair Bolsonaro será monitorado de perto pelos investidores nos próximos dias, visto que foi a trégua declarada por ele na guerra com o Supremo Tribunal Federal o motivo que empurrou a bolsa brasileira para baixo durante boa parte da semana e para cima mais recentemente.

Analistas apontaram que o presidente demonstrou força ao conseguir reunir milhares de manifestantes em prol de seu governo nas grandes cidades brasileiras na última terça-feira, mas evidenciou o risco de instabilidade política no Brasil nos dias seguintes ao ter claras dificuldades para desmobilizar uma paralisação de caminhoneiros simpatizantes às causas defendidas por ele. A convocação do ex-presidente Michel Temer para ajudar a conter a crise também atestou contra a liderança de Bolsonaro.

Em âmbito corporativo, o governo federal anunciou a criação de uma nova estatal de energia como parte do processo de privatização da Eletrobras. A Empresa Brasileira de Participações em Energia Nuclear e Binacional (ENBpar) terá como objetivo deter o capital social e a comercialização da usina hidrelétrica de Itaipu e ser sócia majoritária na Eletronuclear.

O conselho de administração da Via, antiga Via Varejo, aprovou a emissão de 1 milhão em debêntures, com valor nominal de R$ 1 mil, perfazendo o total de R$ 1 bilhão em até três séries.

O conselho de administração da Totvs aprovou a realização de uma oferta pública de distribuição primária de 39.270.000 ações. A quantidade de ações poderá ser acrescida em até 65%, ou seja, em 25.525.500 novas ações.

O preço por ação da oferta será fixado após a conclusão do procedimento de coleta de intenções de investimento que será realizado com investidores institucionais locais.

Considerando o valor de fechamento das ações da Totvs na B3 do último dia 10 de setembro, que foi de R$ 38,20, a companhia poderia levantar R$ 1,5 bilhão. Com as ações adicionais, o valor pode aumentar para R$ 2,475 bilhões.

A agência de classificação de risco Moody’s atribuiu hoje um rating de dívida sênior em moeda estrangeira Ba1 às emissão de títulos de dívida internacional atreladas à metas de sustentabilidade propostas pela B3 em dólares americanos.

A Compass Gás e Energia, subsidiária da Cosan, informou que concluiu a liquidação parcial da segunda rodada de aumento de capital, de R$ 810 milhões, pela Bradesco Vida e Previdência, via aumento de capital por meio da emissão de novas ações preferenciais classe B representativas de 4,47% do capital da companhia.

A carga de energia no Sistema Interligado Nacional (SIN) deve ficar perto da estabilidade, com leve avanço de 0,4% em setembro, totalizando 69.596 megawatts (MW) médios, na comparação com o mesmo período do ano passado, segundo previsão semanal do Operador Nacional do Sistema (ONS) para a semana de 11 a 17 de setembro, representando aumento em relação à previsão da semana operativa anterior, que estimava queda de 0,2% para o mês.

A Rumo, controlada da Cosan, encerrou definitivamente o procedimento arbitral com os acionistas minoritários da Brado (Logística Brasil, fundo de investimento, Dimitrios Markakis e Deminvest Empreendimentos e Participações), no âmbito do projeto de desenvolvimento de transporte de contêineres via modal ferroviário, com a compra de 15,42% do capital social da empresa, por R$ 388 milhões.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) remarcou para a próxima segunda-feira, 13 de setembro, às 13h, a reunião extraordinária do seu conselho diretor que tratará de ajustes à minuta de edital de licitação para a disponibilização de espectro de radiofrequências para a prestação de serviços de telecomunicações, inclusive por meio de redes 5G.

A BB Seguridade informou a indicação, por seu acionista controlador, de Bruno Alves do Nascimento ao cargo de diretor de estratégia e tecnologia, a fim de cumprir o mandato 2021-2023. A indicação será submetida ao Comitê de Elegibilidade da Companhia e, após manifestação do órgão, seguirá ao Conselho de Administração para eleição.

A Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp) informou que não há previsão para a realização da concorrência internacional para concessão das rodovias do litoral de São Paulo, o chamado “Lote Litoral Paulista”, e que continua estudando as medidas necessárias para o cumprimento das decisões do Tribunal de Contas do Estado (TCE).