RADAR DO DIA: Fala de Powell e autonomia do BC

139

São Paulo – A perspectiva de que a economia mundial vai se recuperar conforme avança a vacinação contra a covid-19 segue impulsionando as bolsas no exterior, que operam em alta.

O mercado, porém, está cada vez mais inclinado a apostar que a inflação ganhará força no decorrer desta recuperação, visto que o estímulo econômico proporcionado por bancos centrais e pelos governos de vários países continuará em vigor durante este processo.

Uma inflação mais forte pode prejudicar a retomada da atividade em alguns setores e países específicos, porque pode resultar em aumento nos preços de insumos, alta de juros e queda no consumo.

Nos Estados Unidos, o Senado votou a favor do segundo julgamento de impeachment de Donald Trump, depois de uma tarde de discussões sobre se o processo contra o ex presidente era constitucional. O placar foi de 56 a 44.

Com a questão aprovada, o Senado ouvirá vários dias de argumentos sobre a alegação de que o ex-presidente norte-americano incitou uma insurreição no Capitólio no mês passado.

Trump, que deixou o cargo no dia 20 de janeiro, é acusado de encorajar uma multidão que invadiu o Capitólio em 6 de janeiro como parte de um último esforço para anular a vitória de Joe Biden nas eleições de novembro.

Na Europa, a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, quer estender as restrições ao novo coronavírus no país até março, e planeja insistir na necessidade de tal medida durante uma reunião com chefes regionais a ser realizada hoje.

Na agenda do dia, investidores ficam atentos aos dados sobre a inflação ao consumidor dos Estados Unidos, às 10h30, e aos comentários de Jerome Powell, presidente do banco central do país, às 16h. No Brasil, o destaque do dia serão as votações na Câmara sobre o marco regulatório do câmbio e a autonomia do Banco Central, a partir das 14h.

Em âmbito corporativo, A TIM reportou um lucro líquido de R$ 1,013 bilhão no quatro trimestre de 2020, alta de 10,4 na comparação com o mesmo período de 2019. O lucro líquido normalizado, que engloba atualização monetária sobre crédito fiscal e contingências trabalhistas, fiscais e cíveis, subiu 13% no trimestre e totalizou R$ 1,038 bilhão. Em 2020, lucro normalizado soma R$ 1,871 bilhão, queda de 1,8%, na comparação com 2019.

A Litela Participações transferiu 504.801.150 ações ordinárias de emissão da Vale aos seus acionistas, ao
preço unitário de R$ 37,94, sendo 406.981.677 ações para o seu acionista controlador, Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil (Previ).

Com a transferência das ações, a Litela reduziu a sua participação acionária na Vale para 0,29% desconsiderando as ações em tesouraria.Já a Previ, ao receber as ações, agora possui participação acionária de 10,20% na Vale.

O Grupo Carrefour Brasil, em parceria com o governo federal, apoiado pelo Ministério do Meio Ambiente e o Instituto Chico Mendes da Biodiversidade (ICMBio), assinou um termo para investir R$ 3,7 milhões na proteção ambiental de uma área de 75 mil hectares, localizada na reserva do Lago do Cuniã, no estado de Rondônia.

O conselho de administração da Vale alterou a data da assembleia geral extraordinária que tratará da reforma do estatuto social da companhia, do dia 1 para o dia 12 d mês de março.

A Petrobras conclui a venda da totalidade das suas ações (50% do capital da empresa) na BSBios para a empresa RP Participações em Biocombustíveis, com o pagamento de R$ 253 milhões para a subsidiária, já com os ajustes previstos no contrato. O valor da transação foi de R$ 322 milhões.

O Banco do Brasil informou que sua subsidiária integral, o banco de investimentos BB-BI, reduziu a sua participação acionária na Kepler Weber, de 17,45% para 0,002%, passando a deter 438 ações ordinárias, com a alienação parcial das ações de sua titularidade de 27 de outubro de 2020 até ontem, 9 de fevereiro.

O conselho de administração da Compass, controlada da Cosan, aprovou a distribuição de R$ 200 milhões aos acionistas, em dividendos intercalares, equivalente a R$ 0,31822421 por ação, com pagamento até o dia 28 de fevereiro.

O Fleury lançou um serviço de assinatura de serviços de saúde em sua plataforma Saúde iD, para pessoas físicas.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) abriu uma consulta pública para discutir, até 29 de março, a forma de devolução de mais de R$ 50,1 bilhões de créditos tributários para os consumidores, por meio de abatimento nos próximos reajustes tarifários, em um prazo de até cinco anos.