RADAR: Atenção a EUA, China e Reino Unido

776

São Paulo – O último pregão da semana majoritariamente deve refletir acontecimentos no exterior, entre eles a notícia de que China e Estados Unidos chegaram a um princípio de acordo comercial, impedindo a entrada em vigor de novas tarifas planejadas para o próximo dia 15 de dezembro e reverteria algumas sobretaxas existentes.

Ainda nos Estados Unidos, a unidade do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de Nova York anunciou o aumento da quantidade de fundos que injetará no mercado via operação conhecida como repo para ajudar os investidores a atravessar o período de final de ano, quando os bancos estão menos dispostos a emprestar dinheiro.

O Fed expandiu a operação de recompra overnight tanto de 31 de dezembro como 2 de janeiro para pelo menos US$ 150 bilhões, e informou que oferecerá uma recompra de US$ 75 bilhões em 30 de dezembro. O banco central norte-americano também indicou que oferecerá outra operação de recompra de longo prazo de pelo menos US$ 50 bilhões no final do ano bilhão.

No Reino Unido, o Partido Conservador foi eleito com ampla maioria nas eleições realizadas ontem, levando o líder do partido, Boris Johnson, de volta ao cargo de primeiro-ministro e aumentando as chances de que o Brexit será entregue.

Após ter sua vitória confirmada, Johnson disse que “entregar o Brexit é agora uma decisão irrefutável, irresistível e indiscutível do povo britânico e com esta eleição acho que colocamos fim a todas aquelas ameaças miseráveis de um segundo referendo”.

Internamente, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), afirmou que a sessão que analisará a medida provisória (MP) aprovada pela Câmara dos Deputados que transfere o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) do Ministério da Economia para o Banco Central (BC), foi reagendada para a próxima terça-feira (17), às 10h30.

Um dos principais pontos do texto aprovado pela Câmara define o estabelecimento de um plenário composto por 12 conselheiros de cargos efetivos de outros órgãos, além do próprio presidente do BC.

Os investidores devem ficar de olho no resultado do Indice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) que deve subir 0,05% em outubro em relação a setembro, acumulando três altas seguidas, conforme a mediana das projeções coletadas pelo Termômetro CMA.

EMPRESAS

No âmbito corporativo, o destaque deve ser a Via Varejo, que anunciou que o Comitê de Investigação independente encontrou indícios de fraude contábil caracterizada pela manipulação da provisão trabalhista da companhia e pelo deferimento indevido na baixa de ativos e contabilização de passivos.

Além disso, foram encontradas falhas de controles internos que poderiam resultar em erros materiais em determinadas contas contábeis da empresa.

Diante disso, o Pão de Açúcar disse que quando era o maior acionista individual da Via Varejo e a família Michel Klein detinha mais de 20% do capital da varejista e elegiam membros para compor todos os órgãos de administração, controle e fiscalização, os critérios contábeis adotados pela Via Varejo sempre foram aqueles expedidos pelos órgãos normativos e reguladores.

A B3 divulgou suas projeções para o ano de 2020, no qual prevê investir entre R$ 300 e R$ 330 milhões, enquanto as despesas ajustadas entre R$ 1,125 e R$ 1,175 bilhão, depreciação e amortização entre R$ 1,030 e R$ 1,080 bilhão e despesas atreladas ao faturamento entre R$ 105 e R$ 125 milhões.

Além disso, a bolsa brasileira revisou o nível de alavancagem para este ano, em função da decisão de adiar temporariamente o refinanciamento das debêntures de R$ 1,5 bilhão emitidas em 2016 com vencimento em dezembro deste ano, prevendo atingir 1,0 vez a dívida total por ebitda ao final de 2019.

O conselho de administração da B3 aprovou o pagamento de R$ 389 milhões, o equivalente a R$ 0,16167919 por ação pelo valor líquido. O colegiado aprovou também a distribuição de R$ 335 milhões em dividendos, o corresponde a R$ 0,16372311 por ação.

A Petrobras disse que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) manifestou a intenção de avaliar a venda de até a totalidade de ações ordinárias da estatal, por meio de uma oferta pública de distribuição secundária de ações, com distribuição no Brasil e com distribuição no exterior.

O conselho de administração da Localiza aprovou a distribuição de R$ 71,782 milhões em juros sobre capital próprio (JCP), o equivalente a R$ 0,099742367 por ação.

A Suzano fez uma reorganização societária que resultou na transferência para suas subsidiárias da gestão de imóveis localizados no Estado do Mato Grosso do Sul, representando aproximadamente 100 mil hectares de terras.

A Suzano informou ainda que vendeu 14 mil hectares de florestas de eucalipto, em pé, à Klabin por R$ 400 milhões. O pagamento será realizado proporcionalmente ao volume de floresta colhido e ocorrerá entre os anos de 2020 e 2026.

A Suzano atualizou sua perspectiva de investimentos para o próximo ano reduzindo a previsão de R$ 5,9 bilhões para R$ 5,7 bilhões. De acordo com a empresa, a alteração ocorre em função da não realização de desembolsos de R$ 200 milhões, inicialmente previstos para 2019.

Por fim, a Ame Digital, fintech e plataforma mobile das Lojas Americanas e da B2W, fechou parceria com a Cielo e o Banco do Brasil (BB) para integração e aceitação da Ame como meio de pagamento via QR Code nas máquinas de cartão da Cielo.