Produção mundial de aço bruto recua 3,3% em janeiro, para 145,3 milhões de toneladas, diz WSA

756

São Paulo – A produção mundial de aço bruto diminuiu 3,3% em janeiro em relação ao mesmo mês de 2022, para 145,3 milhões de toneladas, segundo informações divulgadas nesta quarta-feira pela Associação Mundial do Aço (WSA, na sigla em inglês).

No mês passado, a China seguiu como o maior produtor mundial no período, com 79,5 milhões de toneladas, 2,3% acima de janeiro de 2022.

Em segundo lugar, a India somou produção de 10,9 milhões de toneladas nos mesmos períodos, recuo de 0,2% na base anual.

Na terceira posição, o Japão diminuiu a produção em janeiro em 6,9%, para 7,2 milhões de toneladas.

Os Estados Unidos aparecem no quarto lugar entre os maiores produtores de aço do mundo, com 6,5 milhões de toneladas em janeiro, baixa anual de 6,8%.

Com produção estimada de 5,8 milhões de toneladas no mês passado, a Rússia ficou em quinto lugar, 8,9% abaixo do apurado um ano antes.

O Brasil foi o oitavo maior produtor mundial do ranking da WSA, com produção 2,8 milhões de toneladas de aço bruto em janeiro, queda de 4,9% em relação ao mesmo mês de 2022.