Produção diária da 3R Petroleum cresce 5,3% em março, para 50.426 boe

125

São Paulo, SP – A 3R Petroleum informou os dados preliminares da produção referente a março, com 50.426 barris de óleo equivalente por dia (boe/d), dos quais 43.269 boe/d referem-se à parcela 3R. A produção foi 5,3% superior a registrada em março de 2023. Em
fevereiro, a produção foi de 47.872, dos quais 42.707 boe/d referem-se à parcela 3R.

No primeiro trimestre a produção foi de 51.540 boe/d, dos quais 44.397 boe/d referem-se à parcela 3R. A produção foi 5,4% inferior a registrada no primeiro trimestre de 2023.

A 3R é operadora dos Polos Potiguar, Macau, Areia Branca, Fazenda Belém, Rio Ventura, Recôncavo, Peroá e Papa Terra, e detém participação de 35% no Polo Pescada, sendo este operado pela Petrobras. No mês de março foram realizadas operações de offloading no Polo Papa Terra, sendo 245 mil barris de óleo faturados pela 3R Offshore.

A produção do Complexo Potiguar registrou queda de 7,7% boe/d comparado ao mês anterior (M/M). A performance do Complexo foi impactada por intermitências no abastecimento elétrico dos ativos onshore, em razão de problemas operacionais da distribuidora local e por efeitos das fortes chuvas registradas na região durante o mês de março.

Já no Complexo Recôncavo, a produção apresentou incremento de 1,9% boe/d M/M. O resultado é suportado por atividades de reativação de poços, parcialmente impactado por intermitências no fornecimento de energia elétrica pela distribuidora local durante o mês.
Polo Peroá: a produção se manteve estável, -0,3% boe/d M/M. O desempenho reflete a venda do volume de gás natural previsto no contrato de take or pay, menor do que a capacidade atual de produção do ativo.

No Polo Papa Terra, a produção apresentou incremento de 54,0% bbl/d M/M. O resultado é explicado, principalmente, pela maior eficiência registrada nos poços em operação, após a conexão do poço PPT-12 em fevereiro de 2024. A companhia ressaltou que a campanha de workover para troca das bombas BCSs (bombeio centrífugo submerso) permanece em curso e alinhada ao cronograma de trabalho estabelecido para o ativo, com intervenção nos poços PPT-17, PPT-37 e PPT-50.