Produção de petróleo no Brasil cresce 3,5% em novembro, em base anual, diz ANP

752

São Paulo – A produção nacional de petróleo e gás natural em novembro totalizou 3,711 MMboe/d (milhões de barris de óleo equivalente por dia), sendo 2,852 MMbbl/d (milhões de barris diários) de petróleo e 137 MMm3/d (milhões de metros cúbicos) de gás natural, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP)
Em novembro, houve aumento de 2,7% na produção de petróleo em comparação com outubro e de 3,5% em comparação com novembro de 2020. Já no gás natural houve aumento de 3,7% em comparação com o mês anterior e de 8,1% em comparação com novembro de 2020.
PRÉ-SAL
A produção do Pré-sal e, novembro totalizou 2,714 MMboe/d, sendo 2,141 MMbbl/d de petróleo e 91 MMm3/d de gás natural. Houve aumento de 2,8% em relação ao mês anterior e de 12% se comparada ao mesmo mês de 2020. A produção do Pré-sal teve origem em 131 poços e correspondeu a 73,2% do total produzido no Brasil.
GÁS NATURAL
Em novembro, o aproveitamento de gás natural foi de 97,2%. Foram disponibilizados ao mercado 61,7 MMm3/dia. A queima de gás no mês foi de 3,8 MMm3/d, uma redução de 12,8% se comparada ao mês anterior e aumento de 20,8% se comparada ao mesmo mês em 2020.
Neste mês de novembro, os campos marítimos produziram 97,1% do petróleo e 81,9% do gás natural. Os campos operados pela Petrobras foram responsáveis por 93,7% do petróleo e do gás natural produzidos no Brasil.
O campo de Tupi, no pré-sal da Bacia de Santos, foi o maior produtor de petróleo e gás natural, registrando 874 Mbbl/d de petróleo e 40,9 MMm3/d de gás natural.