Previsão para demanda de petróleo se mantém em 2,4 milhões de bpd em 2023, diz Opep

653
Foto: Troy Stoi/ freeimages.com

São Paulo – De acordo com o relatório mensal da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), divulgado hoje (10) mais cedo, a previsão de demanda pela commodity se manterá em 2,4 milhões de barris de petróleo por dia (bpd) em 2023. Já a oferta teve sua previsão revisada para cima, de 100 mil bpd, e vai para 1,5 milhão em 2023.

Para 2024, a previsão de demanda também se mantém em 2,2 milhões de bpd. A oferta crescerá para 1,4 milhão de bpd, inalterada em relação às previsões anteriores.

O relatório informa que os países que mais devem contribuir para o aumento da demanda em 2023 não fazem parte da Opep, e são Estados Unidos, Brasil, Noruega, Cazaquistão, China e Guiana, e a Rússia deverá ser o país que mais cortará sua produção.

“O crescimento econômico mundial é revisado ligeiramente para cima tanto para 2023 quanto para 2024, ficando em 2,7% e 2,6%, respectivamente. O crescimento do PIB dos Estados Unidos para 2023 é revisado para 1,8%, seguido por um crescimento de 0,7% em 2024”, afirma um trecho do relatório.