Poderemos desdobrar discussão MP Eletrobras para amanhã, diz Pacheco

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG). (Foto: Pedro Gontijo / Senado Federal)

Brasília – O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou há pouco em sessão deliberativa que discute a MP sobre a privatização da Eletrobras que não há nenhuma “tentativa de açodamento” da presidência e que, caso os parlamentares entendam necessário, a discussão pode ser votada amanhã.

A explicação aconteceu após as críticas de senadores sobre a falta de um debate mais amplo acerca da matéria, o prazo curto para a leitura do parecer no Senado e a presença de alguns ‘jabutis’ – pontos que não tem a ver necessariamente com o texto – vindo da Câmara.

“Se necessário for, em razão do adiantado da hora, poderemos perfeitamente desdobrar a discussão e apresentação para data de amanhã. não há nenhum açodamento e nenhum desejo para presidência de atropelo das prerrogativas dos senadores na prestação de uma matéria dessa natureza. Mas devo registrar e lembrar a todos que se trata de uma Medida Provisória que foi apresentada pelo Governo Federal inclusive com a presença do Presidente da República Jair bolsonaro, que veio trazer em mãos ao Congresso Nacional”, disse.