Petrobras nega que Refap será vendida por até R$ 1,4 bilhão

446
Foto: Divulgação/Petrobras

São Paulo – A Petrobras negou que a venda da Refinaria Alberto Pasqualini (Refap) para a Ultrapar possa render até R$ 1,4 bilhão após o montante ter sido divulgado em reportagem do jornal “Valor Econômico”.

Em comunicado, a estatal disse que está em fase de negociação com a Ultrapar, com as tratativas incluindo termos, condições e valores em andamento.

No último dia 19, a Ultrapar informou que foi notificada pela Petrobras de que a proposta vinculante apresentada pela companhia para aquisição da Refinaria Alberto Pasqualini (Refap) foi aprovada e iniciou o processo de negociação dos termos do contrato de compra e venda e contratos auxiliares.

“Atualmente, a Ultrapar atua no setor de óleo e gás por meio da Ipiranga, Ultragaz e Ultracargo, empresas destacadas em seus respectivos mercados. A potencial aquisição da Refap fortalecerá a posição da Ultrapar no setor, contribuindo para um portfólio de negócios mais complementar e sinérgico, com maior eficiência, potencial de geração de valor para toda a cadeia e benefícios para os consumidores”, disse a Ultrapar, em nota.