ONS, CCEE e EPE projetam alta de 3,5% da carga de energia elétrica em 2024

224
Foto: União Europeia (UE)

São Paulo – O Operador Nacional do Setor Elétrico (ONS), a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) e a Empresa de Pesquisa Energética (EPE) divulgaram hoje as Previsões de Carga para o Planejamento Anual da Operação Energética – PLAN 2024-2028. A perspectiva é de uma expansão média de 3,2% na demanda do Sistema Interligado Nacional (SIN) ao longo do período.

Para 2023, os estudos consideram que o fechamento da carga no ano deve ser de 75.791 MW médios, de acordo com os dados verificados até novembro e as previsões divulgadas na primeira revisão semanal do Programa Mensal da Operação (PMO) de dezembro. Em 2024, o crescimento projetado é de 3,5%, atingindo 78.447 MW médios. Em 2028, a carga chegará a 89.023 MW médios. Os dados consideram a Micro e Mini Geração Distribuída (MMGD) e a integração de Roraima ao SIN em outubro de 2025.

“A confirmação dos cenários de médio prazo pressupõe a ocorrência de algumas premissas como: um cenário macroeconômico estável, dando maior confiança aos agentes e criando um ambiente propício ao crescimento econômico e da renda; um impulso adicional à atividade provocado por investimentos em infraestrutura; e a possibilidade de que a aprovação da reforma tributária promova impactos positivos na produtividade da economia, ainda que isso ocorra de forma menos intensa no horizonte de tempo do PLAN, explicou o comunicado.