OMS eleva avaliação de risco sobre coronavírus

245
Bandeira com o símbolo da Organização Mundial da Saúde (OMS). (Foto: Missão dos EUA/Eric Bridiers)

São Paulo – A Organização Mundial de Saúde (OMS) alterou sua avaliação para o coronavírus para risco internacional elevado, depois de a doença infectar pelo menos 2,9 mil pessoas, matar 82 e ser registrada em mais de dez países em quatro continentes.

Num relatório publicado ontem, a OMS diz que a avaliação é de risco muito alto para a China, alto em nível regional e em todo mundo. Na semana passada, a entidade havia classificado o risco para o coronavírus como moderado, afirmando que era cedo para decretar emergência de saúde pública de alcance global.

O Vietnã é o único país além da China onde houve registro de transmissão do novo coronavírus entre humanos, segundo o boletim. A infecção ocorreu com um membro da família de uma pessoa que já estava infectada, segundo o órgão.

Ainda segundo o documento da OMS, são 37 os casos do coronavírus identificados fora da China. Três deles foram detectados antes do surgimento dos sintomas, e em 28 dos pacientes a informação foi colhida no dia em que eles apresentaram sinais da doença.

A mediana da idade dos pacientes contaminados fora da China é de 45 anos, mas varia de dois a 74 anos. A maioria (71%) são homens. Dos 27 casos em que foram colhidas informações detalhadas, oito apresentaram sintomas ainda na China, cinco no mesmo dia em que estavam saindo do país e 14 após deixarem a China.

Além disso, 36 dos casos reportados fora da China viajaram ao país, e 34 deles passaram pela região de Wuhan – considerada o epicentro da transmissão do coronavírus – ou tiveram contato com outra pessoa contaminada com histórico de viagem a Wuhan, disse a OMS.

Veja a lista de casos confirmados por país até 27 de janeiro, segundo a OMS:

China (incluindo Hong Kong, Macau e Taipé): 2.761 Japão: 4
Coreia do Sul: 4
Vietnã: 2
Singapura: 4
Austrália: 4
Malásia: 4
Tailândia: 5
Nepal: 1
Estados Unidos: 5
Canadá: 1
França: 3