Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em semanas

Foto: União Europeia (UE)

São Paulo – Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse o diretor da Organização Mundial da Saúde (OMS) na Europa, Hans Kluge.

A Europa registrou mais de 7 milhões de novos casos de covid-19 na primeira semana de 2022, mais que o dobro do número notificado no período de duas semanas, disse Kluge em coletiva de imprensa.

“Nesse ritmo, o Instituto de Métricas e Avaliação da Saúde prevê que mais de 50% da população da região serão infectados com a nova cepa nas próximas seis a oito semanas”, afirmou.

Segundo o diretor da OMS, a Europa registrou mais de 7 milhões de novos casos de Covid-19 na primeira semana de 2022, mais do que o dobro do notificado quinze dias antes.

Apesar dos primeiros estudos mostrarem um risco menor de doença grave ou hospitalização por Ômicron em comparação com a variante Delta as redes de saúde na Europa se encontraram em circunstâncias cada vez mais alarmantes.