O presidente anterior mentiu sobre as eleições de 2020, diz Biden

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden / Foto: Casa Branca

São Paulo – O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, criticou amplamente seu antecessor Donald Trump por suas falsas acusações de que a eleição norte-americana de 2020 tivessem sido fraudadas em seu discurso para relembrar o aniversário da invasão ao Capitólio ocorrido há um ano.

“A verdade é que esse presidente mentiu sobre as eleições e provocou um dos maiores ataques à nossa democracia já vistos”, disse Biden em discurso ao público. “Há um ano, ele se recusou a acatar a vontade do povo e entregar seu cargo de forma pacífica”.

Trump havia dito que diversos dos votos contabilizados na última eleição deveriam ser anulados devido a uma suposta fraude ocorrida na entrega das cédulas pelo correio. Ano passado, a adesão à votação postal foi grande devido à pandemia de coronavírus.

Apesar dos protestos de Trump, os órgãos reguladores e ouvidorias do país certificaram que os votos haviam sido processados corretamente e a decisão passou pelos legisladores do país, que aprovaram a eleição de Biden.

“Ao contrário do que ele quis fazer parecer, as eleições de 2020 foram uma demonstração da força de nossa democracia. Milhões de pessoas saíram para votar e arriscaram suas vidas”, disse Biden.

Ele também criticou os legisladores republicanos que ainda defendem o ex-presidente Trump. “Enquanto alguns republicanos defendem a democracia, outros mentem, com medo do meu antecessor. Eu sempre respeitarei meus oponentes e quero trabalhar junto para construirmos um país melhor. Mas essas pessoas estão sujando o nome do partido”, disse o presidente.

Por fim, Biden prometeu defender a democracia. “Eu não escolhi lutar, mas irei fazer isso para proteger nossos valores”.