Maia defende veto que permite a cias aéreas cobrar por bagagem

929

Por Gustavo Nicoletta

São Paulo – O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu que o Congresso mantenha um veto presidencial que permite às companhias aéreas cobrar pelo despacho de bagagens, afirmando que a derrubada do dispositivo interessa apenas ao “duopólio” formado por Gol e Latam.

Em entrevista a jornalistas retransmitida pela TV Câmara, ele disse que o veto, associado à autorização de 100% de capital estrangeiro nas empresas aéreas, é o que permitirá que haja entrada de companhias de outros países no Brasil com potencial para cobrar preços menores pelas passagens.

“Se derrubarmos o veto, vamos estar dizendo Gol e TAM, continuem operando, cobrando esses preços horrorosos, caros, que inviabilizam o brasileiro de voar”, disse Maia.

A sessão do Congresso Nacional para a análise de vetos foi convocada para as 15h (de Brasília). Há 15 deles na pauta, e o que trata da cobrança da bagagem é o terceiro item a ser discutido.