Lucro líquido da Weg cresce 46% no 4° trimestre de 2023

194

São Paulo, SP – A Weg divulgou hoje o balanço do quarto trimestre de 2023, com lucro líquido de R$ 1,7 bilhão, alta de 46,2% em relação ao mesmo período de 2022. Em 2023, o lucro líquido foi de R$ 5,7 bilhões, crescimento de 36.2% em comparação a 2022. Segundo a companhia, o resultado foi impactado positivamente pelo reconhecimento de incentivos
fiscais referentes à constituição de uma nova controlada na Suíça. Desconsiderando este efeito não recorrente, o lucro seria de R$ 1,4 bilhão, com margem líquida de 16,4%.

A receita líquida operacional ficou em R$ 8,5 bilhões, alta de 7,3% em relação ao mesmo período de 2022. Em 2023, a receita líquida operacional foi de R$ 32,5 bilhões, alta de 8,7% em comparação a 2022.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) foi de R$ 1,8 bilhão, alta de 17,3% na comparação anual. Em 2023, o Ebitda foi de R$ 7 bilhões, alta de 26,6% em comparação a 2022

A margem Ebitda chegou a 21,4%, alta de 1,9 ponto percentual (p.p.) em relação ao mesmo período de 2022. Em 2023, a margem Ebitda ficou em 21,8%, alta de 3 p.p. em relação a 2022.

A receita líquida operacional foi de R$ 8,5 bilhões, crescimento de 7,3% em relação ao quarto trimestre de 2022. Em 2023, a receita líquida operacional fechou em R$ 32,5 bilhões, alta de 8,7% em comparação a ano de 2022

O retorno sobre o capital investido (ROIC) foi de 39,2%, crescimento de 9,8 pontos percentuais em relação ao último trimestre de 2022. Em 2023, o ROIC foi de 39,2%, alta de 9,8 p.p. em comparação a 2022.

DIVIDENDOS

O conselho de administração deliberou declarar dividendos complementares no valor total de R$ 1,2 bilhão, correspondente a R$ 0,297942793 por ação, aos titulares de ações escriturais em 23 de fevereiro. O pagamento do dividendo complementar, bem como dos JCP declarados em setembro e dezembro de 2023, ocorrerá em 13 de março.