Lucro líquido da Rumo caí 98,5% no 4T20

Foto divulgação: Rumo

São Paulo – A Rumo, do conglomerado Cosan, obteve lucro líquido de R$ 3 milhões no quarto trimestre de 2020, queda de 98,5% em comparação com igual intervalo de 2019.Em todo o ano de 2020, a companhia registrou prejuízo líquido de R$ 305 milhões ante R$ 786 milhões em 2019, baixa de 61,2%.

A receita operacional líquida do período foi de R$ 1,6 bilhão, 0,1% menor que o visto no mesmo período do ano anterior, em base anual, enquanto o ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) caiu 15,6% e somou R$ 758 milhões.

Em todo o ano de 2020, a receita líquida foi de R$ 6,966 bilhões ante R$ 7,08 bilhões em 2019, baixa de 1,7%, enquanto o ebitda alcançou R$ 3,6 bilhões, 4,3% abaixo em relação a 2019.

Em termos operacionais, o volume total transportado da Rumo cresceu 8% entre outubro e dezembro de 2020, para 16,1 bilhões por tonelada por quilômetro útil (TKU), que mede a relação entre a tonelada útil transportada pela distância percorrida.

No trimestre, a tarifa média foi de R$ 83,8 por TKU, queda de 12,7%. Na operação Norte, a tarifa média caiu 16,9% no período, para R$ 80,6 por TKU, enquanto a tarifa média da operação Sul foi de R$ 93,1 por TKU, alta de 0,6%. No contêiner, a tarifa média foi de R$ 90,8 por TKU, queda de 6,2%, em base anual.

Bruno Soares / Agência CMA