Inflação caminha para meta, mas precisamos de mais certeza, diz presidente do Fed de Chicago

179
O presidente do Fed Chicago, Austan Goolsbee | Foto: Fed Chicago

São Paulo – O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de Chicago, Austan Goolsbee, afirmou nesta segunda-feira que a inflação está caminhando para a meta de 2%, mas que o Fed ainda precisa de mais certeza antes de cortar as taxas de juros.

“A inflação está caminhando para a nossa meta, mas ainda precisamos de mais certeza antes de cortar”, disse Goolsbee em uma entrevista ao Yahoo Finance. “Queremos ter certeza de que a inflação está realmente sob controle e que não vai voltar a subir”, acrescentou.

O Fed tem mantido as taxas de juros em níveis recordes para conter a alta dos preços no país. No entanto, Goolsbee observou que as leituras de inflação vêm diminuindo nos últimos sete meses.

“Tivemos sete meses de leituras muito boas de inflação”, disse ele. “Mas precisamos que a inflação diminua ainda mais para que a média de 2,6% em 2024 seja alcançada.”

Segundo o presidente do Fed de Chicago, “não há nada fora de cogitação, tudo depende dos [próximos] dados”. “Precisamos garantir que estamos no caminho certo.”

Goolsbee disse que o Fed continuará monitorando os indicadores econômicos e ajustando sua política a cada reunião. “Receberemos muitos dados até decidirmos [cortar as taxas]”, disse ele.