EUA impõem restrição a visto e exportação a empresas e executivos chineses

166
Foto: Paul Fris / freeimages.com

São Paulo – O governo norte-americano impôs restrições à vistos e à exportação de estatais chinesas e seus executivos envolvidos nas reivindicações de soberania de Pequim sobre as águas estratégicas do Mar do Sul da China.

Em uma ação conjunta, os departamentos de Estado e de Comércio adicionaram 24 empresas chinesas ativas no Mar do Sul da China, incluindo cinco afiliadas da China Communications Construction Co, à lista do Departamento de Comércio que proíbe as empresas norte-americanas de fornecer tecnologia a essas companhias sem licença.

Já o Departamento de Estado indicou que qualificou como inelegível para obter vistos dos Estados Unidos um grupo não especificado de executivos que Washington alega estar envolvido em atividades prejudiciais no Mar do Sul da China.

No mês passado, o governo norte-americano manifestou oposição formal a uma série de demandas chinesas essas águas. Pequim reivindica soberania sobre a maior parte do Mar do Sul da China, sobrepondo-se às demandas de seis outros governos, cinco deles do Sudeste Asiático.