Em Fortaleza (CE), Lula lamenta a manutenção da taxa de juros pelo Copom

93

São Paulo – Em entrevista à rádio “Verdinha”, em Fortaleza (CE), nesta quinta-feira, o presidente Luís Inácio Lula da Silva lamentou a manutenção da taxa básica de juros em 10,50% ao ano, pois disse que isso vai custar mais ao desenvolvimento da economia brasileira e irá custar mais aos trabalhadores.

“A decisão do Banco Central foi investir no sistema financeiro, nos especuladores. E nós queremos investir na produção”, afirmou o presidente.

Ontem (19), o Comitê de Política Monetária (Copom) manteve a taxa básica de juros em 10,50% ao ano. A decisão foi unânime, colocando fim ao ciclo de cortes iniciado em agosto do ano passado. O comunicado não sinalizou quais serão os próximos passos do Comitê na condução da política monetária.

Governo está reconstruindo o que foi destruído e isso demora mais para dar resultados

O presidente Luís Inácio Lula da Silva disse, nesta quinta-feira, 20 de junho, em entrevista à rádio “Verdinha”, iniciada por volta de 11h40 (horário de Brasília), em Fortaleza (CE), que o governo está reconstruindo o que foi destruído pelo governo anterior e que isso demoara mais para dar resultados.

Ele está na capital cearense para anunciar investimentos de R$ 778,9 milhões do governo federal para instituições federais do Ceará, com foco na melhoria da educação e da saúde no estado. Os recursos serão voltados para expansão e consolidação de instituições federais de ensino e da saúde no Ceará. O governo informou que os detalhes serão anunciados pelo presidente Lula, ao lado do ministro Camilo Santana (Educação) e do presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, Arthur Chioro. A cerimônia estava marcada para começar a partir das 12h (de Brasília), no Palácio da Abolição, em Fortaleza (CE).

Com o anúncio, serão beneficiadas a Universidade Federal do Ceará (UFC), a Universidade Federal do Cariri (UFCA), a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). Na ocasião, serão lançadas as pedras fundamentais do novo Hospital Universitário da UFC e do Hospital Universitário do Cariri (UFCA), do Campus Iracema da UFC em Fortaleza, do campus da Unilab em Baturité e de quatro novos campi do IFCE, dois em Fortaleza (Messejana e São Gerardo), e os outros dois nos municípios de Mauriti e Campos Sales.

NOVO PAC – Por meio do novo Programa de Aceleração do Crescimento (Novo PAC), o governo federal investirá, em expansão e consolidação no Ceará: R$ 189 milhões para universidades federais, R$ 316,4 milhões para hospitais universitários e R$ 190,3 milhões para o IFCE. Além disso, outros R$ 83,2 milhões para instituições federais de ensino e saúde no Ceará são contrapartida do estado e dos municípios.

UFC – Com isso, está previsto um investimento de R$ 195,8 milhões para a expansão da Universidade Federal do Ceará (UFC), que serão direcionados para a construção do Hospital Universitário da UFC; do Campus Iracema, em Fortaleza (CE); e das novas Instalações da Maternidade Escola Assis Chateaubriand (Meac-UFC).

Para a consolidação dos campi da UFC em Crateús, Quixadá, Russas, Sobral e Itapajé, serão autorizadas licitações para a construção de:

Novo Bloco do curso de Odontologia do Campus Crateús
Bloco Didático no Campus de Quixadá
Novo Prédio do Curso de Medicina do Campus de Russas
Restauração do Prédio da Biblioteca e da Quadra Poliesportiva do Campus de Sobral
Quadra Poliesportiva do Campus de Itapajé.

UFCA – A Universidade Federal do Cariri (UFCA) terá um novo Hospital Universitário, além de recursos para consolidação da UFCA em Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha, Brejo Santo e Icó, que inclui a construção de:

Novo Hospital Veterinário no Campus do Crato
Restaurante Universitário no Campus do Juazeiro do Norte
Novo Bloco Acadêmico para o Campus de Barbalha
Nova Biblioteca Central para o Campus de Juazeiro do Norte
Novo Bloco Acadêmico para o Campus de Brejo Santo
Novo Bloco Acadêmico para o Campus de Icó.

Para o hospital universitário da UFCA, que terá sua pedra fundamental lançada na cerimônia de anúncio, está previsto um investimento de R$ 200 milhões. Já a consolidação da Universidade, a previsão é do governo investir R$ 34,5 milhões.

UNILAB – A Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) ganhará um novo campus, que será construído no município Baturité. Além disso, receberá recursos para o campus das Auroras, no município de Redenção, que inclui:

Obras de urbanização dos prédios acadêmicos
Conclusão de implantação de Novos Laboratórios e novas Salas de aulas
Conclusão das obras de construção da Residências Universitárias no Campus
Construção de Novo Ginásio Poliesportivo.

Os investimentos para a Unilab totalizam R$ 75,2 milhões. Além disso, a universidade também receberá a autorização para realização do curso de Medicina.

IFCE – Com investimento de mais de R$ 150 milhões, o Instituto Federal do Ceará (IFCE) receberá seis novos campi, a serem construídos nos bairros de Messejana e São Gerardo, em Fortaleza, e nos municípios de Mauriti, Campos Sales, Lavras da Mangabeira e Cascavel. A meta é gerar 8,4 mil vagas de educação profissional e tecnológica.

Durante o evento, o IFCE campus São Gerardo receberá autorização de funcionamento para o primeiro semestre de 2025. Além disso, será anunciado o investimento de R$ 17,4 milhões para construção de restaurantes estudantis em 12 campi do IFCE: Acaraú, Acopiara, Aracati, Boa Viagem, Canindé, Itapipoca, Jaguaribe, Limoeiro do Norte, Maranguape, Quixadá, Tabuleiro do Norte e Tauá. Também há a previsão de mais R$ 15,3 milhões para outros nove restaurantes estudantis (Baturité, Camocim, Caucaia, Guaramiranga, Horizonte, Morada Nova, Paracuru, Tianguá e Ubajara. Outros investimentos previstos são de R$ 4,5 milhões para a construção de três bibliotecas do IFCE, e R$ 3,1 milhões para obras.