Eletronuclear sofre ataque hacker e interrompe sistemas

228
Foto divulgação: Eletrobras

São Paulo – A Eletrobras informou que sua controlada Eletrobras Termonuclear (Eletronuclear) detectou um incidente no ambiente de sua tecnologia da informação causado por um ataque por software nocivo (ransomware) que alcançou parte dos servidores da rede administrativa.

Segundo a Eletrobras, a rede administrativa não se conecta com os sistemas operativos das usinas nucleares de Angra 1 e Angra 2 que são, por razões de segurança, isolados da rede administrativa.

“O incidente, portanto, não trouxe impactos para a segurança, nem para o funcionamento da Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto (CNAAA), muito menos prejuízos para o fornecimento da energia elétrica ao Sistema Interligado Nacional”, disse a empresa.

A Eletronuclear suspendeu temporariamente o funcionamento de alguns dos seus sistemas administrativos para proteger a integridade dos seus dados.

O ataque hacker foi contido pela equipe da Eletronuclear, em conjunto com a equipe do Serviço Gerenciado de Segurança (MSS). O vírus foi isolado e uma minuciosa verificação dos ativos segue em andamento.

“Eletronuclear já informou o evento ao Centro de Tratamento e Resposta a Incidentes Cibernéticos de Governo (CTIR.Gov), com cópia para representante do Sistema de Proteção ao Programa Nuclear Brasileiro (SIPRON), subordinado ao Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República”, finalizou a empresa em nota.

Bruno Soares / Agência CMA

Copyright 2021 – Grupo CMA