Carteira mensal de FIIs do Inter contempla mais resilientes

279

São Paulo – Nesta segunda-feira (27/6), o Inter divulgou sua carteira mensal de FIIs (fundos de investimento imobiliários) recomendados, com duas alterações. São elas: CSHG Real Estate FII, Hedge Brasil Shiopping FII, FII RBR Alpha Fundos de Fundos, Kinea Indices de Preços FII e FII RBR Rendimento High Grad.

Mesmo com a queda observada nos fundo de papel, os ativos do segmento selecionados mantiveram sua resiliência e sustentaram a carteira no decorrer de junho. Apesar do baixo potencial de upside, os fundos de recebíveis seguem estrategicamente importantes no cenário de inflação e juros elevados, uma vez que sua indexação à inflação mantém a competitividade dos ativos em termos de yield. “Com isso, aumentamos levemente nossa exposição no segmento de recebíveis com a manutenção dos ativos de carteira high grade, o que julgamos adequado no atual cenário.”, diz a analise. “Aprofundado ao longo do último mês, o desconto observado nos fundos de tijolo que englobam as lajes corporativas, galpões logísticos e shoppings continua acentuado, mesmo com a melhora operacional observada nos segmentos e dados positivos de atividade divulgados no mês”

Todas essas variáveis continuam sendo ponderadas pelo cenário macroeconômico desafiador, que atualmente contempla uma conjuntura monetária contracionista para combate da inflação que, por ora, não dá sinais de arrefecimento, dizem os analistas do Banco Inter.

Em virtude da sua carteira qualificada e melhor condições de precificação em virtude do maior volume, alteramos nossa exposição no segmento de galpões logísticos. Dito isso, esperamos que o atual desconto no preço de tela dos fundos seja atenuado com o início das discussões sobre o fim do atual ciclo de juros. Em meio à volatilidade acentuada observada na atual conjuntura de mercado, os Fundos dos Fundos (FoFs) seguem com alta volatilidade apesar das oportunidade de upside existentes no segmento. “Com isso, diminuímos nossa exposição para apenas um ativo, vislumbrando seu posicionamento nos fundo de tijolo e desconto acentuado, porém ponderado pelo cenário desafiador que pesa o segmento de FoFs.”