Blinken alerta para “momento crítico” para a Ucrânia em encontro em Paris

151
Secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken / Foto: Secretaria de Estado dos Estados Unidos

O secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, alertou na terça-feira que a Ucrânia está em um “momento crítico” em sua guerra com a Rússia e precisa urgentemente de mais apoio ocidental.

Blinken lamentou o impasse no Congresso sobre um pacote militar de bilhões de dólares para Kiev, enfatizando a necessidade de fornecer à Ucrânia munições e defesas aéreas adicionais.

“É absolutamente essencial dar aos ucranianos o que eles continuam precisando para se defender”, disse Blinken durante uma visita à França. “É mais uma razão pela qual o pedido de orçamento suplementar do presidente Biden ao Congresso deve ser atendido o mais rápido possível.”

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, pediu à Câmara dos Representantes do país, controlada pelos republicanos, que endossasse o pacote de ajuda, mas o presidente da Câmara, Mike Johnson, adiou o assunto por meses, citando prioridades domésticas.

Os acontecimentos no Oriente Médio também devem dominar as reuniões de Blinken em Paris. Ele chegou à cidade poucas horas depois que um ataque aéreo israelense atingiu uma ONG sediada em Washington, World Central Kitchen, no centro de Gaza, aumentando a pressão sobre Washington para endurecer sua postura na guerra entre Israel e o Hamas.

Ataques aéreos israelenses também atingiram a embaixada do Irã na Síria na segunda-feira, matando sete conselheiros militares iranianos, incluindo três comandantes seniores. O incidente marca uma escalada significativa na guerra de Israel com seus adversários regionais.

Blinken se reunirá com o ministro das Relações Exteriores francês, Stephane Sejourne, e com o presidente Emmanuel Macron. Diplomatas franceses indicaram que pretendem intensificar os esforços nas Nações Unidas para construir um consenso internacional para um cessar-fogo em Gaza.

A França propôs um projeto de resolução do Conselho de Segurança da ONU que busca opções para possível monitoramento da ONU de um cessar-fogo na Faixa de Gaza e propostas para ajudar a Autoridade Palestina a assumir responsabilidades.