Biden quer avançar com nova parte de sua agenda econômica

331
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden / Foto: Casa Branca

São Paulo – O presidente norte-americano, celebrou a aprovação pelo Senado da proposta bipartidária de cerca de US$ 1 trilhão para a infraestrutura, afirmando que a os recursos apoiarão o crescimento e a geração de empregos no país. Ele aproveitou a ocasião para pedir que o Congresso avance junto com o governo em um novo componente de sua agenda econômica: sua proposta social para apoio às famílias.

“Os senadores do grupo bipartidário cumpriram sua palavra e agradeço por isso. Os Estados Unidos vivem uma década de infraestrutura que renovará nossa economia, tornando-a mais resiliente e mais capaz de enfrentar as mudanças climáticas”, disse ele. “Teremos empregos melhores. Eu já disse antes e vou repetir: 90% dos empregos gerados a partir desse pacote não demandam graduação”, acrescentou.

Mais cedo, o Senado dos Estados Unidos aprovou, por 69 votos a 30, um pacote de infraestrutura fruto de semanas de negociações entre um grupo bipartidário de dez senadores e a Casa Branca. A legislação tanto reautoriza os gastos com programas de obras públicas federais existentes quanto aplica US$ 550 bilhões adicionais em projetos de água, rede elétrica e esforços de segurança, entre outros.

Com essa aprovação no Senado, o projeto volta para a Câmara dos Deputados, onde deve enfrentar um caminho potencialmente. A presidente da Câmara, a democrata Nancy Pelosi, disse que a casa só aceitará a proposta bipartidária de infraestrutura se o Senado também aprovar um plano separado de combate à pobreza e climático de US$ 3,5 trilhões.

“Confio que a Câmara irá cumprir o seu papel e aprovar essa medida”, disse Biden. “Acredito que terei sobre a minha mesa duas medidas: o pacote de infraestrutura e um pacote via reconciliação”, acrescentou.