ANP registra primeira alta do preço da gasolina nas bombas desde o final de agosto; diesel cai

218
Foto: Shutterstock

São Paulo – O preço médio do litro da gasolina nos postos de abastecimento do País subiu 0,17%, para R$ 5,63 na semana entre 26 de novembro e 2 de dezembro, em comparação com os sete dias anteriores, quando estava em de R$ 5,62, aponta o Levantamento de Preços dos Combustíveis da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Essa foi a primeira alta após 13 semanas consecutivas de quedas ou estabilidade no preço médio nacional. O preço máximo do combustível encontrado nos postos foi de R$ 7,70 e o menor preço nas revendas foi de R$ 4,55, segundo a ANP.

Sem reajustes da Petrobras ou remontadas no preço do etanol anidro, o leve aumento no preço médio da gasolina essa semana pode ser atribuído a ajustes de mercado em função da lógica concorrencial do varejo. Os últimos reajustes anunciados pela Petrobras foram em 21 de outubro, com redução de R$ 0,12 por litro na gasolina e aumento linear médio de R$ 0,25 por litro no diesel S10.

No mesmo período, o preço médio do litro do diesel S10 caiu 0,32% a R$ 6,16 na comparação com os sete dias anteriores, quando custou R$ 6,18 na média nacional. O preço mais alto identificado pela ANP foi de R$ 8,49 e o preço mínimo foi de R$ 5,05.

O preço médio do etanol hidratado, por sua vez, subiu para R$ 3,56, alta de 0,28% de frente aos R$ 3,55 da semana anterior. O preço mais alto identificado pela ANP foi de R$ 6,60 e o mínimo foi de R$ 2,79.

A ANP também informou que o preço do botijão de 13 quilos de gás de cozinha, ou gás liquefeito de petróleo (GLP), também caiu essa semana. O preço médio do produto no país recuou 0,47% para R$ 100,84. Nos sete dias anteriores, esse preço foi de R$ 101,32.