Ações da Yduqs têm a maior alta do Ibovespa após aquisição da Adtalem

287

Por Danielle Fonseca

São Paulo – As ações da Yduqs, antiga Estácio, registram a maior alta do Ibovespa depois que a companhia anunciou a compra da Adtalem Educacional – dona do Ibmec, da Wyden Educacional e da Damásio Educacional – por R$ 1,92 bilhão.

Às 10h44 (horário de Brasília), as ações da companhia (YDOQ3) avançavam 4,12%, a R$ 39,91, depois de chegarem a máxima de R$ 40,86 perto da abertura, subindo mais de 6%.

Segundo a Yduqs, a compra da Adtalem deve aumentar o número de alunos do grupo em 17,7%, para 678 mil, e a receita líquida em 12 meses em 24,2%, para R$ 4,48 bilhões. O ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e
amortização) em termos ajustados deve crescer 16,5%, a R$ 1,345 bilhão em 12 meses, enquanto a margem ebitda ajustada deve cair em 2 pontos porcentuais, a 30%.

Para o estrategista da Guide Investimentos, Luis Gustavo Pereira, a
aquisição é estratégica, em linha com o plano de expansão da companhia, e
marca ainda a entrada da Yduqs no segmento de cursos preparatórios.

“Vale notar que há sinergias entre os cursos preparatórios da Adtalem
com as graduações de medicina e direito da Estácio que demandam esse tipo de preparação no último ano”, disse, em relatório.

Já os especialistas em ações da Levante Investimentos, Felipe Bevilacqua
e Eduardo Guimarães, destacam que a aquisição da Adtalem vai permitir à
Yduqs atuar com novos públicos e atingir clientes de outras faixas de renda. O ticket médio das faculdades adquiridas é de R$ 1.000,00 mil, enquanto na
Estácio esse número gira em torno de R$ 700,00.

“Esperamos que a notícia seja positiva para as ações da companhia no
curto e médio prazo, lembrando que uma aquisição desse tamanho terá que
passar pela aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para ser oficialmente concretizada”, afirmaram, em relatório.