Ações da Vale sobem mais de 5% após anúncio de dividendos

147

São Paulo – As ações da Vale mostram a maior alta do Ibovespa depois que a companhia anunciou que retomará o pagamento de remuneração aos acionistas, no valor de R$ 2,407 por ação, sendo R$ 1,4102 na forma de dividendos e R$ 0,9973 na forma de juros sobre o capital próprio. Às 12h38 (horário de Brasília), os papéis tinham alta de 5,02%, a R$ 61,50.

A companhia já tinha anunciado em julho que retomaria o pagamento de dividendos, o que não ocorria há cerca de dois anos.

Segundo os analistas do BTG Pactual, os dividendos somam US$ 2,35 bilhões, sendo US$ 1 bilhão como extraordinário, o que é uma boa notícia. “Acreditamos que o mercado não esperava o extraordinário e papel deve reagir bem. O movimento reforça o comprometimento da companhia em focar em retorno de caixa mesmo num cenário desafiador, além de reforçar para o mercado que estão confortáveis com a alavancagem e desembolsos com Brumadinho”, disseram, em relatório. 

Para os analistas, também há potencial de pagamento de dividendos para o ano que vem e mesmo com uma correção no preço do minério de 20% a 25%, companhia teria condições de entregar dividendos com yield de 15% em dólar, o que não parece estar no preço do papel. Por isso, reiteraram a recomendação de compra para os papéis.

O analista da Mirae Asset Corretora, Pedro Galdi, também acredita que os dividendos podem ser ainda mais fortes no futuro, “dada à desalavancagem da Vale e à forte geração de caixa esperada com o atual preço do minério de ferro e desvalorização do real”.